Filipe Toledo vence a bateria e avança direto à terceira fase em Bells Beach, com direito a show particular. Mostrando desempenho quase perfeito, o surfista de Ubatuba não economizou nos aéreos e levou uma nota 10 unânime dos juízes, fechando a rodada com o melhor somatório entre todos os competidores (19.70), seguido por John John Florence (17.20).
Dominando amplamente a 11ª bateria, Filipinho fez o serviço e depois tirou da cartola manobras sensacionais, batendo o americano Conner Coffin (14.40) e o australiano Bede Durbidge (13.84). - A Gold Coast é um dos lugares que eu mais gosto, sempre me dou bem, e acabei perdendo no round 2. Fui para Margaret com a maior garra e consegui surfar bem, me encaixar nas ondas grandes e fiz um resultado muito bom. Agora aqui (em Bells Beach) já me senti muito mais à vontade, mais tranquilo, bem confiante com as minhas pranchas e comigo mesmo. O pensamento e o foco são esses (título mundial). Venho trabalhando forte. Tenho tudo a meu favor, estou me sentindo muito bem. Tenho o suporte da minha família, minha esposa e minha filha. Não é fácil você vir de uma derrota e num outro campeonato logo em seguida, totalmente diferente, ter que mudar todo o plano, e já conseguir um resultado bom também - disse Filipinho.

Compartilhe: